MSA Imóveis - Imobiliária especialista nos bairros de Perdizes, Pompeia e Pinheiros

Está muito fácil financiar um imóvel! A hora é agora? Claro que sim, saiba porque.


Está muito fácil financiar um imóvel! A hora é agora? Claro que sim, saiba porque.

Sou Rodrigo, consultor de negócios imobiliários do banco Itaú Unibanco.

Trabalho em parceria com a MSA Imóveis, a fim de viabilizar um processo ágil e descomplicado para o cliente final que está pleiteando a compra de um imóvel através de financiamento imobiliário. 

Abaixo vamos falar de alguns dados importantes, vantagens e facilidades ao optar pelo financiamento ao adquirir um bem. 

VENDAS E FINANCIAMENTOS REALIZADOS EM SÃO PAULO

Em dezembro (2016), as vendas de imóveis usados na cidade de São Paulo foram 18,07% maiores que as de novembro, resultado que contribuiu para que 2016 acumulasse crescimento de 74%. Em seis dos 12 meses do ano passado os resultados foram negativos, mas compensados com sobra pelos bons números do outro semestre, segundo os levantamentos apurados mensalmente pela pesquisa do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (CRECISP).

No último mês de 2016, foram financiados 20,4 mil imóveis nas modalidades de aquisição e construção, crescimento de 35,2% em relação aos 15,1 mil imóveis financiadoS em novembro. Entre janeiro e dezembro de 2016, foram financiados 199,7 mil imóveis.

A maioria das compras (59,09%) foi realizada por meio de financiamento imobiliário. A segunda forma de pagamento mais recorrente foi a compra à vista (34,55% do total), seguida pelo crédito de consórcio (3,64%) e pelo pagamento em parcelas diretamente aos proprietários (2,73%). O financiamento continua sendo a principal modalidade de compra.

Do total de imóveis vendidos, 58,18% foram apartamentos e 41,82% foram casas.
*fonte Exame.com.br

PREVISÕES MERCADO IMOBILIÁRIO PARA 2017

Previsões do setor imobiliário para 2017 configuram um cenário de bom humor, estruturado pela estabilidade nos preços das unidades em oferta e da revisão da taxa básica de juros (Selic). Nesta conjuntura, instituições financeiras apostam na alta de 11% na concessão de crédito imobiliário

Para o diretor Regional do Secovi em Bauru, Riad Elia Said, a reação positiva da economia terá reflexo direto no mercado imobiliário. “Muitos economistas apostam no ano de 2018, mas estamos confiantes de que já teremos bons motivos para celebrar 2017, a partir dos sinais de recuperação já apontados em alguns setores no último trimestre do ano passado, que surtirão efeito direto na geração de empregos e irão encorajar o consumidor a obter crédito para a aquisição do imóvel, que segue a preços atraentes”, conclui.

O tomador de crédito em São Paulo consegue juros mais atraentes, depois que o teto do Sistema de Financiamento Habitacional (SFH) subiu de R$ 750 mil para R$ 950 mil, porém, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou dia 16 de fevereiro, o aumento para R$ 1,5 milhão do limite permitido para financiamento de imóveis com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dentro do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). O SFH garante acesso a juros menores do que outras operações de crédito habitacional. A regra será temporária, com validade entre 20 de fevereiro de 2017 e 31 de dezembro de 2017, e inclui apenas os imóveis residenciais novos.

DESCONTOS IMÓVEIS – MAIOR OFERTA/PROCURA

Em fevereiro (2017), as vendas de apartamentos e casas usadas tiveram alta 55,63% na cidade de São Paulo, na comparação com janeiro. O crescimento foi impulsionado por uma queda de 15,9% no preço médio dos imóveis usados e por aumentos de até 200% nos percentuais de descontos concedidos entre janeiro e fevereiro.

São Paulo – Os descontos médios obtidos na compra de imóveis usados na cidade de São Paulo chegaram a até 12,69% em agosto (2016). Esse foi o desconto verificado pela pesquisa mensal do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP) na região que agrupa bairros como Brás, Bom Retiro, Jaguaré, Vila Guilherme, Vila Matilde.

A pesquisa do Creci-SP avalia a variação nos preços dos imóveis usados com base nos valores praticados nas vendas de casas e apartamentos por 317 imobiliárias. As informações são apuradas por grupos de regiões, que vão de A a E, e são divididos de acordo com o poder aquisitivo dos moradores de cada bairro (confira os bairros de cada grupo no documento apresentado no final da matéria).

Além do desconto de 12,69%, verificado na Zona D, outras três zonas registraram descontos maiores em agosto, na comparação com o mês de julho. Na Zona A, que inclui bairros nobres, como Alto de Pinheiros, Brooklin e Jardim Paulista, os descontos foram de 11,33%, ante 8,8% em julho.

Na Zona C, que engloba bairros como Barra Funda, Butantã, Lapa, Vila Leopoldina e Santa Cecília, o desconto foi de 10,25% em agosto, ante 9% em julho.

Na Zona E, que agrupa bairros como Brasilândia, Campo Limpo, Capão Redondo e São Miguel Paulista, o desconto médio dos imóveis usados foi de 8,57% no mês passado, um ligeiro aumento em relação ao mês anterior, quando os descontos ficaram em 8,5%, em média.

Com os descontos verificados em agosto, os preços médios do metro quadrado dos imóveis usados vendidos em agosto caíram, em média, 3,67% na comparação com julho.

*fonte Exame.com.br

POR QUE FINANCIAR?

O financiamento imobiliário busca oferecer maior comodidade e facilidade para o comprador, já que o processo é muito mais rápido que o consórcio, já que independe da espera da contemplação do bem. A partir do momento em que o cliente inicia o financiamento, o imóvel já pode ser usufruído imediatamente.

No Itaú Unibanco o financiamento pode ser de até 75% do valor do imóvel, com prazo de até 30 anos para pagar, a composição de renda poderá ser realizada com até 2 proponentes entre cônjuges ou solteiros, divorciados e viúvos e as taxas de juros são ofertadas conforme segmento de conta (lembrando que não precisa ser correntista para aprovarmos o crédito do proponente).  Ainda há a possibilidade de se utilizar o FGTS, desde que se enquadre nas regras afins.

Precisamos desmistificar o serviço. Alguns corretores mais antigos ou aqueles que nunca participaram de uma transação de compra e venda com financiamento, ainda têm resistência quanto à indicação do serviço por acharem que é um processo demorado, porém atualmente podemos garantir agilidade do negócio devido ao avanço do meio digital, possibilitando realizar um financiamento sem precisar sair de casa. 

QUAIS AS VANTAGENS DA COMPRA COM FINANCIAMENTO? (para o cliente, para o vendedor e para o corretor)

Para o cliente: Agilidade no processo, emissão da carta de crédito em até 24 horas,  prazos mais longos para pagamento, uso imediato do bem, e ainda não há risco de inadimplência de outras pessoas como ocorre no consórcio, onde o cliente corre o risco de créditos por falta de pagamento dos demais participantes.

Para o vendedor: O agente financeiro avaliará o crédito do proponente através do seu histórico no mercado financeiro e, não havendo “ impeditivos “, emitirá a carta de crédito e, posteriormente, o contrato de financiamento é elaborado com instrumento de compra e venda, com força de escritura, sem passar pelo tabelião, o qual deverá ser registrado pelo cartório de registro de imóveis para total segurança e garantia. Após registro do contrato o banco irá liberar o valor aprovado na carta de crédito na conta do vendedor, simples e seguro.

Para o corretor:  O serviço é um facilitador e estimulador de vendas já que proporciona segurança e confiança de se fazer um bom negócio. 

Srs. corretores de imóveis e gerentes, não deixem de questionar, perguntar e esclarecer dúvidas, afinal estou aqui para somar e juntos somos mais fortes! 

Estou sempre há disposição !

Rodrigo Faro é consultor do Banco Itau, especialista na concessão de financiamentos imobiliários. Sua área de atuação é a Zona Oeste da cidade de São Paulo e tem como uma de suas atribuições visitas a imobiliárias, o que dá a ele, a cada momento, maior experiência no entendimento do “dia a dia” do corretor de imóveis.

Acesse o site: www.msaimoveis.com.br

Deixe um comentário ou sua dúvida, teremos o prazer em responder.


Adicionar comentário