MSA Imóveis - Imobiliária especialista nos bairros de Perdizes, Pompeia e Pinheiros

130 ANOS DA LIBERTAÇÃO DOS ESCRAVOS.


Uma conquista que impõe e inspira, no sentido de brigarmos sempre pela liberdade, pela igualdade e por uma sociedade mais justa. Fomos buscar na obra magistral do escritor Nelson Câmara a história de luta do negro LUIZ GAMA, exemplo de persistência e dedicação a uma causa. Estamos certos de que qualquer um que conheça essa história vai se surpreender com a própria consciência a respeito desse tema.
O ADVOGADO DOS ESCRAVOS
Luiz Gonzaga Pinto da Gama (1830-1882) é um exemplo de superação pessoal e de dedicação ao próximo. Nascido em Salvador, na Bahia, filho de um fidalgo português e uma negra escrava, foi vendido pelo próprio pai quando contava apenas dez anos de idade.
Liberto aos 17 anos, era autodidata, estudando Direito e exercendo a advocacia, mesmo sem diploma de bacharel. Ativista político, poeta e jornalista, tornou-se advogado dos negros cativos. Advogando de graça, conseguiu libertar mais de 500 escravos pela via judicial, com base nas leis em vigor no Império.
Este livro mostra a trajetória de Luiz Gama, revelando aspectos centrais de sua vida e de sua obra. O advogado dos escravos, em sua terceira edição, traz documentação inédita, fruto de ampla pesquisa realizada pelo autor, Nelson Câmara, no acervo histórico do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Trata-se de uma série de habeas corpus, instrumento pelo qual Luiz Gama conseguiu a libertação dos escravos. Nesta obra, pela primeira vez, algumas das peças judiciais são reproduzidas ou transcritas, com comentários jurídicos de Nelson Câmara, que é advogado trabalhista há mais de quarenta anos, sempre atuando na defesa dos trabalhadores dos setores público e privado.
O advogado dos escravos é leitura obrigatória para estudantes e profissionais do Direito, além de historiadores, cientistas sociais etc. É obra que interessa a todo cidadão brasileiro que queira conhecer um exemplo de luta em favor da liberdade e da justiça social em nosso País.
No prefácio, Miguel Reale Junior destaca, “Este livro passa a ser de consulta obrigatória para estudiosos da escravidão e da vida judiciária brasileira, hino ao heroísmo de um negro que lutou em favor da justiça contra a violência da submissão dos homens pela sua cor, vítimas de todas os abusos e desumanidades”.

“Nelson Câmara é advogado, autor de várias obras como Escravidão Nunca Mais!, A Camélia Branca, Corações Partidos – 1932, Do Réu Jesus Cristo, entre outras, atualmente Presidente da Academia Mackenzista de Letras, Membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. Também é membro da Comissão de Ética Pública da OAB/SP”.


Adicionar comentário